sexta-feira, dezembro 11, 2009


Uma pequena parada...

“[...] mergulhando ao fundo de si mesmo, o homem encontra os olhos do outro ou vê com os olhos do outro”. (BAKHTIN, 1988, p.328)


AGRADECIMENTOS

Aos colegas de Gestar, ótimos interlocutores.
À Profª Juraci, pela leveza em nos orientar e pelo carinho em todos os momentos.
A meus alunos, parceiros nesta caminhada.


PORTFÓLIO DE APRENDIZAGENS

A partir da participação do Programa Gestão da Aprendizagem Escolar – o Gestar II – este portfólio foi construído com o objetivo de organizar e recuperar informações sobre as aprendizagens vivenciadas durante este processo.
A proposta do Gestar foi inovadora, pois promoveu um novo enfoque da aprendizagem da Língua Portuguesa como processo contínuo e de produção do novo, para os participantes, os quais se constituíram sujeitos ativos e reflexivos. É importante destacar que o projeto Gestar II apresenta uma proposta sócio-interacionista, capaz de estreitar os vínculos entre professores e alunos, envolvendo toda a comunidade, considerando sempre a sala de aula como origem e efetivação do processo de aprendizagem. Neste novo paradigma, o professor é um mediador, autônomo e capaz de manter sua autoestima mesmo em situações adversas.
Segundo Nevado (2007), o portfólio tem como função principal “oferecer evidências ou testemunhos da aprendizagem na sua dimensão processual.” Assim, o professor pode assumir “o papel de observador implicado, problematizador, buscando autonomia intelectual e moral dos sujeitos e a cooperação entre o grupo.”
Em meio digital e disponibilizado na web, um webfólio também foi criado através da criação de um blog, com o mesmo objetivo, potencializado pelo fato de que as páginas estão disponíveis para leitura e interação entre os interlocutores através da ferramenta comentários.
Além de textos, o webfólio apresenta fotos, apresentação de slides, vídeos, registros de atividades dos alunos, links para páginas interessantes, sugestões de softwares educacionais e comentários dos visitantes e seguidores. Construir o webfólio, pelo caráter dialógico e interativo proporcionado pela rede mundial de computadores, constituiu-se em uma experiência realmente inovadora.
As atividades realizadas durante o curso, tanto entre os cursistas, quantos as atividades referentes à transposição didática das teorias discutidas e a prática da sala da aula estão registradas dentro do possível neste portfólio e no webfólio. Ainda sobre as atividades desenvolvidas com os alunos, algumas delas estão disponíveis nos endereços HTTP://alunostrabalhando.pbwiki.com e HTTP://setimahohendorff.blogspot.com. Estas páginas foram construídas para divulgar os trabalhos dos alunos, promovendo entre estes a autonomia, a autoria e o trabalho cooperativo.
Pontos para reflexão
Quando somos incentivados a escrever sobre nosso fazer docente, temos uma importante oportunidade de refletir sobre nossa profissão, num movimento contínuo de ação-reflexão-ação. Considero que o contexto atual é de valorização do professor, de incentivo a sua formação e, principalmente, de valorização dos diferentes saberes.
O encontro promovido pelo Projeto Gestar entre os colegas da rede municipal foi importantíssimo, e os diálogos, proposições, tensões e discussões travados durante as aulas representaram um ponto de articulação de saberes do cotidiano, da vida prática, daquilo que representa a atuação dos professores em suas salas de aula.
A participação da Professora Juraci, nossa orientadora, foi brilhante e colaborou efetivamente para a ampliação de nossos horizontes, tanto profissionais como pessoais. Através de atividades desafiadoras, nos mobilizou e nos fez buscar na relação entre os teóricos e a prática com nossos alunos, inovações para o processo de aprendizagem que conduzimos no dia a dia de nossas escolas.
Creio que a avaliação deste Projeto não se encerra com este Portfólio, assim como a relação entre este grupo de educadores comprometidos não terminará. A ideia de continuar com encontros de estudo fará com que o Projeto Gestar não termine, assim como muitas transformações em sala de aula ainda estão por acontecer, pois este foi apenas o início.

segunda-feira, novembro 23, 2009

Uma questão de ponto de vista

Atividade – Ponto de vista

21/11/2009

Os alunos da turma 82 foram convidados a assistir a dois vídeos. Estes vídeos apresentam um desafio para quem os assiste: dimensionar a capacidade de focalizar e perceber informações visuais. A ideia destes vídeos é surpreender o espectador em suas limitações, pois apesar de entregar-se ao desafio, ao realizar o teste, o sujeito é estrategicamente enganado...
É importante destacar que o ponto de vista precisa ser visto tanto no sentido concreto – lugar real, físico de onde se vê alguma coisa – quanto no sentido abstrato – a visão que alguém tem de qualquer pessoa ou fato em decorrência de sua condição sócio-histórica.
A questão do foco é importante para a interpretação desta atividade desafiadora. Vemos aquilo que nos mostram, e ainda assim, mesmo quando explícito, podemos não perceber, pois os ângulos ao mesmo tempo em que criam a possibilidade de ver de algo, podem impedir tantas outras visões.
A intenção do criador dos vídeos é justamente fazer as pessoas pensarem sobre como, às vezes, sob determinadas circunstâncias, somos incapazes de perceber até o que está evidente. É interessante o questionamento sobre o jogo criado entre o autor e seu público, pois ao focalizar um ponto, iluminamos aquilo que julgamos importante, mas para o público, espectador ou leitor, no caso da literatura, é importante perceber o que está colocado na periferia, escondido, implícito...
Ao comparar o que foi percebido inicialmente e aquilo que foi efetivamente mostrado, a descoberta é cômica: ao conduzir nosso olhar, o autor pode muito bem nos induzir a não ver. E nesta brincadeira, a descoberta da nobre campanha divulgada pelos vídeos: no trânsito devemos proteger os ciclistas. O slogan Look out for cyclists associado às discussões sobre os vídeos permitiram que os alunos refletissem sobre saber olhar, sobre aquilo que nos mostram e sobre a importância de perceber com exatidão aquilo que vemos e vivemos.
Após o debate, os alunos registraram em um documento de texto algumas conclusões, conduzidas através de um questionário.
Os vídeos estão disponíveis no site de compartilhamento youtube e fazem parte de uma campanha de prevenção de acidentes de trânsito da cidade de Londres.


Teste 1



Teste 2



Referências:
GESTAR II - TP1 – Linguagem e Cultura, 145.

Atividade de produção

Temática - Cotidiano:
A presente tarefa será desenvolvida com os alunos da sexta série, nesta quarta-feira, dia 25/11/2009.

Após a leitura da obra Letras Finais, a proposta de trabalho é discutir as questões do cotidiano de Oswaldo, personagem principal da narrativa.
Em grupos, procurem identificar quais os aspectos da vida dos jovens de hoje são semelhantes ao modo de viver de Oswaldo.
Algumas sugestões:
- Preocupações com a aparência.
- Paixão
- Amor platônico.
- Conflitos familiares.
- Formas de expressão: poesia.
- Conviver com a violência.
- Outras ideias...
Converse com seu grupo e escreva nos comentários: Como os jovens se identificam com as questões do dia a dia como as vividas por Oswaldo?Quais destas questões chamaram mais sua atenção nesta história?

O resultado desta atividade será publicado através do blog criado para divulgar os trabalhos dos alunos da escola. Para conferir, é só clicar aqui!

Fotos do Encontro








terça-feira, novembro 17, 2009